Coração de Papel

Quando criança nosso coração é uma folha de papel pronta para ser desenhada.

Com o tempo resolvemos que isso não tem mais graça e decidimos brincar de origami, diminuindo drasticamente a área do papel dedicada ao rabisco.

A graça disso tudo é que ele nunca deixou de ser aquela folha, esse seu coração pequenininho em forma de sapo sulfite ainda pode ser desdobrado e desenhado a valer.

Com ele aberto você pode colocar infinitos corações, umas cinco técnicas de dobradura, escrever sete poesias e quantos “eu te amo” quiser: Para mamãe, papai, irmão, cachorro, amigos, namorada, esposa… inclusive para aquela criança que um dia você foi.

3 comentários em “Coração de Papel

  1. Amei o texto, ainda que “Coração de Papel” me remeta aquela música linda que amo na voz de Luiza Possi… : ) que vontade de te ver, moço!

  2. Você não vem pelo interior do Pará? Santarém é linda, apesar de estar com muita água essa época.

    Beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *